Publicidade
>>Como anunciar
>>Email
>>Tenha o Guia
>> Parceiros
.

Cadastre-se Aqui, é de Graça! Alterar cadastro Eu possuo senha Esqueci a senha 1ª vez: Não possuo senha
Serviços GuiaNet

>> Guia Turismo BR

>> Mapa do Brasil
>> Mensagem da Semana



DETRAN-RN

Turismo RN

Prefeitura do Natal

 Capital    
Natal



Clique aqui e pegue seu Ímã do Tempo! Previsão Estendida

 Tempo On Line  

Digite uma cidade:


 



Bandeira do Estado do Rio Grande do Norte.

Estado do Rio Grande do Norte - (RN)

A maneira fácil de encontrar empresas, produtos, serviços ...
  Para uma procura detalhada, preencha mais de um campo.
Não é necessário preencher todos os campos.
Acentue as palavras.  Não utilize apóstrofes.

Empresa Produto/Serviço
 Cidade Bairro

 


>>Visite Natal

>>Mapa do Rio Grande do Norte

>>Mapa Rodoviário do Estado do Rio Grande do Norte

Habitante: Potiguar ou norte-rio-grandense.
Situação geográfica - Nordeste da região Nordeste.
Área: 53.166 km².
Limites: Oceano Atlântico (N e L); Paraíba (S); Ceará (O).
Características: Planalto (N); terras baixas, contornando o planalto a L, N e O e maciços isolados (S e O).
Clima: Tropical.
Cidades principais: Natal, Mossoró, Parnamirim e Ceará-Mirim.
Rios principais: Mossoró, Apodi Assu, Piranhas, Pongi, Trairi, Jundiaí, Jacu, Seridó e Curimataú.
Hora local (em relação a Brasília): A mesma.
Colonização: Holandeses e portugueses.
Vida média (anos): 45,3 (1980).
Economia - Petróleo, agricultura, fruticultura e indústria.
Agricultura: Cana-de-açúcar, feijão, milho, mandioca, coco-da-baía, castanha de caju e melão.
Pecuária e criações: Bovinos e ovinos.
Minérios: Sal marinho e petróleo.
Indústria: Confecções, cerâmica e têxtil.


Capital do Estado - NATAL
Código DDD   0 XX 84 - Nº do telefone
XX = Código da Operadora 


Habitante - Natalense.
Situação geográfica - Área: 167,9 km².
Limites: Extremo (N); oceano Atlântico (L); Parnamirim (S); São Gonçalo do Amarante e Macaíba (O).
Altitude: 30 m.
Distância de Brasília: 2.507 km.
Economia - Indústria, comércio, turismo.
Indústria: Confecção, construção civil.
Jornais: 2 diários.


Formação histórica

Território alcançado, em 27/7/1499, pelo navegador espanhol Alonso de Ojeda.
Os franceses dominam a região de 1535 a 1598, ao serem expulsos pelos portugueses.
O povoamento é lento até 1633, quando passa para o controle dos holandeses, que promovem a exploração do sal, a cultura da cana-de-açúcar e a criação de gado.
Após a expulsão dos holandeses, em 1654, sofre a Confederação dos Cariris, rebelião generalizada das tribos indígenas contra a escravidão, que dura de 1687 até o final do séc. XVII.
Em 1701, é subordinado a Pernambuco.
Em 1817, adere à Revolução Pernambucana e a cidade de Natal sedia uma junta de governo provisório.
Com o fim do movimento, integra-se ao Império em 1822.
Torna-se Estado com a proclamação da República, em 1889.
A revolta de 1901 e o movimento comunista de 1935 são debelados pelo governo federal.

Desenvolvido por
GuiaNet - Guia Internet Brazil     ©1999 - 2002
Info: guianet@guianet.com.br